Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Mulher, de 26 a 35 anos



Histórico


Categorias
Todas as mensagens
 Evento


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
Correr e viver


derradeiro?

acho que este blog vai acabando juntamente com o fim de 2010... mas como só há um tantinho de ano para acabar, vou deixar para tomar essas decisões derradeiras só no ano que vem... a ver!



Escrito por Lu às 18h00
[] [envie esta mensagem] []



Haciendo planes!

Na impossibilidade de fazer muitos planos para a corrida em 2011, em função da operação que ía ser e não foi, estou fazendo um único planinho, mas que envolve minha primeira prova fora do País!!!!! Como ainda não tem nada certo, não vou contar, para não gerar expectativa em mim mesma, mas logo que tiver novidades, partilho aqui com vocês!



Escrito por Lu às 09h39
[] [envie esta mensagem] []



Haciendo planes!

Na impossibilidade de fazer muitos planos para a corrida em 2011, em função da operação que ía ser e não foi, estou fazendo um único planinho, mas que envolve minha prova prova fora do País!!!!! Como ainda não tem nada certo, não vou contar, para não gerar expectativa em mim mesma, mas logo que tiver novidades, partilho aqui com vocês!



Escrito por Lu às 09h39
[] [envie esta mensagem] []



Até o final de 2010, mais duas corridas!

Ainda que eu esteja cabulando os treinos há uma semana e meia, vou ainda correr duas provas neste ano: os 10 km dentro da Volks, por dica da Dedê, e outros não sei quantos quilômetros da São Silveira, que acontece em Barueri. Nunca corri nenhuma dessas provas e estou bem animada para ambas, deve ser bem divertido correr dentro de uma fábrica, e dessa São Silveira, só ouvi falar bem...

Vou dando os detalhes por aqui ;-)



Escrito por Lu às 19h26
[] [envie esta mensagem] []



Já está virando tradição

Todas as últimas provas de 10 km que eu fiz, nos últimos tempos, eu fiz em 1h02, e não foi diferente na corrida de Santo André. De certa forma, esse virou meu tempo oficial nos 10km, mas desconfio que não passo disso, para menos, porque é o limite da hérnia, é o máximo que consigo correr, de velocidade, com essa bizarrice dentro de mim...

Nessa última corrida, no entanto, aconteceu uma coisinha diferente: eu estava bem melhor depois do 5º quilômetro, do que antes, e teria fôlego para correr pelo menos uns 15 km... Infelizmente, no entanto, a organização da prova, que era da Corpore, fez uma coisa completamente idiota no 5º quilômetro, de quem estava correndo 10 km: deu a largada da prova de 5 km, e logo ali no 5,5 km, os corredores, que vinham vindo quentes, se chocavam com os caminhantes... e não tinha espaço para todo mundo!

Foi só trombada, uma atrás da outra... e os próprios atletas que assumiram o papel da organização de pedir aos caminhantes que ocupassem os cantos, e deixassem o centro para quem vinha mais rápido. Não havia viv´alma da organização para dar esse toque, ali nos arredores... Juro que se fosse um organizador local que tivesse feito esse amadorice, não iria me importar tanto, mas foi a Corpore, a organizadora de provas de rua mais tradicional do Brasil! Foi um erro muito amador e fico triste pois quem está fazendo a prova pela primeira vez capaz de imaginar que todas as corridas são assim, e, felizmente, não são!



Escrito por Lu às 14h59
[] [envie esta mensagem] []



Mais emoção

Não contei antes, para não estragar a surpresa: no último domingo, corri, pela primeira vez, uma prova na minha terrinha, Santo André! Eu nasci lá, nessa ótima cidade do ABC paulista, e já tinha corrido por lá, em treinos, e muito inclusive, na preparação para minha primeira meia (no ano passado), mas prova, foi a primeira vez!

gentem... não posso descrever a FELICIDADE de correr nas ruinhas que passei a vida inteira! Foi uma prova legal demais, que passou em dois bairros e no centro da cidade... O kit era tb ótimo, com chazinho, ades, revista, boné... Gostei de tudo!

Agora, o melhor mesmo, foi que duas queridíssimas correram comigo: a Cris e a Dê. Elas são minhas amigas há muito tempo e agora tb estão correndo, o que é uma excelente desculpa para a gente se encontrar mais, falar mais, se visitar mais... a-do-ro! Léo, meu queridinho, tb foi lá correr na minha terrinha!

E, para completar, tomamos uma delícia de café lá na casa de minha mamy...

Para concluir, eu só posso dizer: o domingo foi perfeito!

Num outro post, eu falo, mais tecnicamente, do que foi a prova e qual foi meu tempo ;-)



Escrito por Lu às 19h24
[] [envie esta mensagem] []



Próximo Simulado já tem data

E o próximo simulado da São Silvestre, cujo último ocorreu no dia 2/11 (leia post abaixo), vai ser no feriado de 15 de novembro, uma segunda-feira. O esquema é o mesmo do anterior: todo mundo vai se encontrar às 7h15 em frente ao Vão Livre do Masp, com uma camiseta da mesma cor (a ser definida). O "ingresso" para participar do simulado é um pacote de fralda, que irá, diretamente, para uma instituição de caridade.

Depois do sucesso que foi o último simulado, a expectativa dos organizadores é juntas mais de 150 pessoas, o que seria um recorde do evento!

Infelizmente, eu não vou, pq vou estar numa merecida miniviagem, esperada há muito tempo (e há de fazer Sol).

Mais novidades, vou postando aqui... Por ora, o que posso dizer, é que estão todos convidados ;-)



Escrito por Lu às 11h14
[] [envie esta mensagem] []



Já é tradição!

Há três anos, um grande amigo e corredor organiza três edições anuais do Simulado da São Silvestre. Essa é uma das principais provas do Brasil e do mundo e muita gente estreia na quilometragem acima dos 10 km nessa corrida! Já fiz dois anos consecutivos e posso garantir que é uma das mais emocionantes provas de corrida, pela tradição, pela presença maciça de "telespectadores" e pela emoção dos mais de 15 mil corredores.

Pois bem, um desses simulados aconteceu ontem, no feriado de finados. Por incrível que pareça, eram mais de 80 corredores, reunidos da base do "um fala para outro, que fala para o outro e assim vai". Além de se reunir para fazer o tradicional percurso, cada corredor leva um mantimento para ajudar um orfanato... e, dado o sucesso de público, as crianças vão ficar bem felizes Sorriso

Eu que desde a meia da Praia Grande não corria mais do que 10 km, fui lá fazer um trotezinho e encontrar os amigos... Claro que chegando lá, vc sempre corre um pouco mais do que tinha planejado e acabei correndo os 15 km em 1h44..., o que, para mim, rendeu um cansaço sobrenatural durante a tarde inteira, a noite e perdura agora pela manhã... hihihihihihi...

Tirando a podridão que eu fiquei, o simulado foi legal demais, encontrei muita gente querida e, pra variar, demos muitas risadas... Foi um dia bem feliz...

Olha algumas fotos da galera - o fotógrafo é o corredor Kyoji



Escrito por Lu às 10h57
[] [envie esta mensagem] []



A mais clássica das Maratonas

Imagine uma maratona na qual você corre por lugares que marcaram a história da humanidade? Nesta mesma prova, você ainda tem direito de dar uma volta olímpica, é aplaudido por um estádio lotado, e premiado, na chegada, com uma coroa de louros para comemorar seu feito histórico.

Pois essa prova de sonhos existe e, neste ano, comemora os 2.500 anos da lenda que deu origem à maratona. Trata-se da Maratona Clássica de Atenas, na Grécia, que, em 2010, vai remontar à Batalha de Maratona, e à lenda que deu origem à corrida (leia mais no quadro “Só não vale morrer no final”).  Em 31 de outubro de 2010, milhares de corredores vão escolher Atenas para executar a ‘autêntica’ maratona”, diz Spiros Spiropoulos, responsável pelo marketing do evento.

Segundo Spiropoulos, o número previsto de participantes na prova deste ano é de 8.500 atletas, para correr a maratona, e outras oito mil pessoas que vão correr as outras distâncias do evento, de 5 km e 10 km.

Um desses corredores que vai realizar o sonho de correr a maratona mais clássica do mundo é o técnico judiciário Marcelo Jacoto, 31 anos. “Resolvi realizar este sonho em 2010 porque é uma edição comemorativa da prova”, explica. Jacoto se informou sobre a altimetria da prova e se preparou, principalmente, para as subidas, a partir da segunda metade do percurso. “Nesse caso, não estou muito preocupado com o tempo ou o resultado, quero curtir a viagem e o visual do percurso, com o desfecho único dentro do Estádio Olímpico da cidade”, comenta.

A maratona começa às 9h, partindo da cidade de Maratona. O percurso passa em torno do Memorial da Guerra, homenagem aos que morreram na Batalha de Maratona. Até chegar a Atenas, os corredores ainda passam pelo distrito de Pikermi e pela cidade de Pallini. Há ainda passagens por outros pontos turísticos da Grécia, como a embaixada norte-americana, o Athens Music Hall, o Parque da Liberdade (Parko Eleftherias) e o Museu da Guerra.

O que chama a atenção no percurso da maratona é a variação de subidas e descidas. “É uma prova de nível médio a forte”, explica o treinador Vanderlei Carlos Severiano, o “Branca”, que está treinando um atleta para fazer a prova. “Fizemos treinos específicos de subida e longões”, comenta. Na opinião de Branca, a temperatura deve estar agradável na época, entre 14º e 23º graus.

“O mais legal dessa prova é que tudo indica que haverá muito público, o que sempre dá motivação”, diz o técnico.

Só não vale morrer no final
A Maratona de Atenas de 2010 remonta aos 2.500 anos da história do soldado grego, que correu 40 km da cidade de Maratona até Atenas, para anunciar a vitória sobre os persas. Em 490 A.C., os soldados gregos conseguirem conter a tentativa da Pérsia de invadir e subjugar a Grécia. Ainda que estivessem em desvantagem numérica sobre os persas, os gregos conseguiram bloquear as duas saídas da planície da cidade de Maratona, na guerra que ficou conhecida como Batalha de Maratona.

Dessa batalha, surgiu uma lenda grega de que um soldado mensageiro, chamado Filipides ou Pheidippides, foi correndo a Atenas dar a notícia da vitória. A lenda dá conta de que ele correu 40 km, de Maratona até Atenas, sem parar, e, após anunciar "Nenikékamen" ("Alegrai-vos: Já ganhou"),  morreu.

No entanto, foi só em 1896 que a Maratona virou esporte, na Olimpíada de Atenas, a primeira Olimpíada realizada na era moderna, e restrita aos gregos. Só em 1908, nos Jogos Olímpicos de Londres, é que a prova assumiu sua distância oficial, os 42.195 metros – os metros a mais se explicam porque, à época, a família real britânica queria assistir ao início da prova do jardim do Castelo Windsor.

Inclusive durante o percurso da Maratona de Atenas os gregos vão à desforra com os ingleses, que mudaram o tamanho original da corrida, mas não dá para contar muitos detalhes, para não estragar a surpresa.

Inesquecível
O médico Paulo Demenato, 50 anos, lembra bem da emoção que foi correr a Maratona de Atenas. Ele é um dos poucos brasileiros que já completaram o percurso. “No ano em que eu fiz, havia cerca de 800 pessoas correndo. Os guardas nem fecharam as ruas”, comenta Demenato, que completou o percurso em 3h35, em 1998.  “É a prova clássica. Todo maratonista que se preze tem que fazê-la um dia”, diz.

Ele lembra que foi muito emocionante correr todo o percurso, mas o melhor foi terminar no Estádio Olímpico Panathinaikon. “Você dá uma volta olímpica naquele estádio lotado e é recebido com uma coroa de louros. É inesquecível”, diz. Demenato já tem 11 maratonas em seu currículo de corredor.

Diferentemente do ano em que Demenato correu sua prova, para 2010, os organizadores esperam muito mais público. No Brasil, há uma agência de turismo oficial da prova, a TripExpress, que já tem 250 pessoas confirmadas para viagem, sendo 150 corredores.

 

Outra, só daqui a 2.500 anos
A ideia da organização é realizar uma prova histórica em 2010. A maratona vai refazer o percurso original, passando por lugares como o Memorial da Guerra, homenagem aos que morreram na Batalha de Maratona, e chegando ao Estádio Olímpico, em Atenas.

“Vai ser emocionante”, aposta a empresária Manoela Penna, 33 anos, que também vai viajar para correr a Maratona de Atenas. Ela, que fez sua primeira maratona este ano, no Rio de Janeiro, diz que sonha com a chegada no estádio. “Eu estava lá nas Olimpíadas, em 2004, e sempre me lembro do Vanderlei chegando”, diz, se referindo ao bronze que o brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima conquistou na prova. “Outra dessas, só daqui a 2500 anos. Vou aproveitar cada segundo”.

(Por Luciane Crippa)

 

 



Escrito por Lu às 10h58
[] [envie esta mensagem] []



O lado bom do horário de verão

Eu sempre adorei o horário de verão, estou falando no passado porque, até 2009, eu não acordava nas primeiras horas do dia... este ano, confesso: está a maior dureza do mundo sair da cama antes das 6h, dá vontade de cortar os pulsos com a faquinha de rocambole.

Mas, como tenho as continhas para pagar, vou ver pelo lado positivo: sair às 16h (q são na real 15h) do trabalho, não tem preço!

Ontem, foi o primeiro dia de treino sob o novo horário e diga se não é uma maravilha correr até às 7h da noite sob o dia claro? Para ajudar, o raro sol resolveu dar as caras no Ibira e o treino foi uma maravilha!

Pela minha planilha, era treino de tiro, mas eu só rodei, por uns 6 km, na companhia da fofa da Marina... Fomos conversando e nem vimos o tempo passar!

Ao que tudo indica, eu vou seguir rodando, sem me forçar, até tirar a hérnia... Percebi que doi muito menos correr num ritmo lento, no lugar de tentar correr rápido... Tentando acelerar, eu nem consigo correr rápido e ainda sinto dor. Sendo assim, deixa para 2011.

Aliás, pela primeira vez no ano tb, queria dormir e acordar em 2011, mesmo com pena de perder o Natal e o Ano Novo, só para esse ano do cachorro louco acabar logo!



Escrito por Lu às 11h30
[] [envie esta mensagem] []



Ainda sem nada planejado

 

Nesta época do ano passado, e eu já tinha meio claro na cabeça quais seriam minhas metas para 2010: abaixar o tempo nos 10 km e correr uma prova de 25km... Em

função das lesões, não cumpri nenhum dos dois objetivos. Se estou triste? Não, não estou... em compensação, corri provas sensacionais, como a Minimaratona de Paraty, e

fiz, num mesmo ano, duas meias maratonas, completando três ao longo da vida!

Claro que ter uma meta e não cumpri-la deixa um gostinho de frustração, mas sempre serve para a gente se planejar melhor para as metas seguintes, fica uma lição. Sendo
assim, não vou planejar nada ainda para 2011, vou primeiro operar e ver como vai ser minha recuperação, para só depois avaliar como voltarei a treinar, e com qual

intensidade.

Mas é claro que já estou pensando em coisas que eu quero fazer, a exemplo de ir p Foz do Iguaçu, correr lá e aproveitar para conhecer.... Ou voltar para a maravilha de

Paraty, e correr de novo aquela linda prova. Enfim, vou ter que controlar minha ansiedade...



Escrito por Lu às 15h21
[] [envie esta mensagem] []



Agora é oficial

Meu tempo oficial na prova do último domingo foi 01:02:24, o que me rendeu o 17º lugar na minha categoria, de 30 a 34 anos. Até que, considerando o tempo alto, a colocação na categoria foi boa, se eu treinar direitinho, depois da operação, certeza que começo a chegar entre as 10 da minha idade... Essa vai ser a meta para 2011, o ano em que terei férias!

   



Escrito por Lu às 15h08
[] [envie esta mensagem] []



A corrida e as boas causas

Como eu já falei aqui no blog, eu treino corrida com uma equipe. Já falei aqui de como essa equipe é legal e cheia de gente muito do bem, mas acho que ñ falei aqui de uma coisa sensacional a respeito dessa equipe, cheia de gente generosa e altruísta. Juntos, já fizemos 'vaquinha' para dar tênis a atletas mais precisados e também já fizemos doações para instituições de caridade. No feriado de ontem, nos juntamos de novo para ajudar crianças de um abrigo, com a doação de litros de leite.

Cada um doou 2 litros, mas como é um montão de gente, deu pra juntar muito leite!

Legal demais, né? O agradecimento especial é para o Eder, que comunicou da doação, para a Lilika, que ficou responsável por recolher as doações e entregar e pelo professor Rafa, que é um fofo e ficou chamando todo mundo para participar...

Agora, o pessoal já está combinando um próximo encontro e novas doações para o próximo feriado, do dia 2 de novembro... Claro que eu tô nessa!



Escrito por Lu às 10h37
[] [envie esta mensagem] []



Corrida na Zona Norte

E ontem, no feriado, fui correr pela primeira vez a Santos Dumont, corrida que aconteceu, pela 7ª vez, na Zona Norte de São Paulo. Amanheceu um dia megafrio, mas, felizmente, sem chuva... e lá fomos nós fazer nossa estreia nessa corrida, muito bem organizada! Para mim, o mais legal foi correr em lugares que eu não conhecia, nem de carro, como o Campo de Marte e a Av. Braz Leme... Trata-se de uma prova totalmente plana e, com o tempo frio, dava para correr forte, que não foi meu caso, mas foi, por exemplo, do meu namô, que concluiu em 47 minutos, o melhor tempo dele, nos últimos tempos.

Eu no meu "sempre 10, sempre 20" fiz em 1h02, e está ótimo! Não tem como correr mais forte, pq a hérnia fica "reclamando"... então, me dou por satisfeita de conseguir correr, dadas as condições.

Fui correr essa prova a convite da Unimed Paulistana, aproveito aqui para agradecer Sorriso



Escrito por Lu às 10h21
[] [envie esta mensagem] []



As últimas notícias fresquinhas

Não tenho aparecido por aqui, e a culpa é da correria do dia a dia, mas seguem as principais notícias:

- Amanhã vou correr a Santos Dumont. Esta prova acontece no Campo de Marte, na Zona Norte da capital paulista. Nunca corri na ZN e estou animada, pois sempre gosto de correr em lugares que ñ conheço... observar a paisagem, é um atrativo a mais! São 10 km, que eu vou fazer no meu ritmo "sempre 10, sempre 20", já que a herniazinha não permite "voos maiores";

- Falando na herniazinha, arranjei o 'dotô' que vai me operar. Muito cauteloso, pediu uma batelada de exames de sangue e do coração, e isso vai ser bom pq vai ser uma espécie de ckeck up, que eu ainda não fiz esse ano. Não sei se estou impressionada, mas a herniazinha tem doído mais, e não sei dizer se "ela" vai esperar passarem todos os compromissos para então sumir de mim... vms ver! Estou chamando de herniazinha pq ela é muito pequena msm, e só descobri a criatura pq eu corro... se não corresse, só iria saber dessa hérnia daqui uns 30 anos! enfim...;

- A novidade mais legal dos últimos tempos é que peguei umas matérias p escrever sobre corrida, para uma revista especializada - q ainda será lançada! Estou tão feliz, amo esse assunto e acabei entrevistando gente legal demais dessa área, sem contar atletas e técnicos de atletas..., mas não posso dar detalhes das matérias, que dps que saírem, vou publicar os links aqui ;-)

é isso! Vou me esforçar para não ficar tão ausente do blog, eu juro Bem humorado



Escrito por Lu às 17h35
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]